Publicado em 05/07/2019 por hypescience / PY4SM - Marcus
Noticias
A Via Láctea é completamente torcida...

 

 

 

“Esta nova morfologia fornece um mapa atualizado crucial para estudos de movimentos estelares da nossa galáxia e as origens do disco da Via Láctea”, disse uma das autoras do estudo, Licai Deng, pesquisadora dos Observatórios Astronômicos Nacionais da Academia Chinesa de Ciências.

Medição

Os alcances externos da Via Láctea são difíceis de imaginar, dado que ela possui 100.000 anos-luz, ou um quintilhão de quilômetros de diâmetro.

Deng e seus colegas usaram uma categoria especial de estrelas chamada de estrelas Cefeidas clássicas para medir as distâncias na borda da galáxia.

Essas estrelas são 100.000 vezes mais brilhantes que o sol, e até 20 vezes maiores. Elas morrem jovens, ficando sem combustível dentro de vários milhões de anos após sua formação.

A luz dessas estrelas de curta duração muda regularmente. Usando esses pulsos de brilho, os cientistas podem detectar sua distância com precisão, com uma margem de erro de 3% a 5%.

Olhando para 1.339 Cefeidas, os pesquisadores descobriram que suas posições revelam uma deformação nas bordas externas da galáxia.

As extremidades da Via Láctea se dobram como um S em um “padrão espiral progressivamente torcido”, disse outro autor do estudo, Richard de Grijs, da Universidade Macquarie (Austrália).

Não é incomum

A Via Láctea não é a única galáxia torcida. Uma dúzia de outras galáxias já havia mostrado uma deformação semelhante.

De acordo com Chao Liu, pesquisador dos Observatórios Astronômicos Nacionais da Academia Chinesa, a torção parece ser causada pelo torque induzido pela rotação do disco interno da galáxia.