Notícias

21/01/2019 - Noticias
Por que a descoberta do maior número primo da história importa?
por veja.abril / Adaptação de PY4SM - Marcus

 

 

Pesquisadores descobriram um número primo de 24.862.048 dígitos — e a criptografia agradece

São Paulo — Quem prestou atenção nas aulas de matemática na escola deve se lembrar dos números primos. São aqueles divisíveis apenas por 1 e por eles mesmos, como 2, 3, 5, 11 e 20.477. O último desses cinco algarismos até parece grande, mas há um projeto de pesquisa global dedicado a descobrir valores desse tipo cada vez maiores. E os participantes desse projeto conseguiram, no final de 2018, encontrar o novo maior número primo da história.

O chamado M82589933 tem 24.862.048 de dígitos, 1,5 milhão a mais do que o recordista anterior, e é expresso simplesmente como 2^82,589,933-1 (ou 2 multiplicado por si mesmo 82.589.933 de vezes, menos 1). Um ZIP (link) com o algarismo inteiro foi disponibilizado pelo Great Internet Mersenne Prime Search (GIMPS), se estiver curioso.

O novo maior número primo da história é o 51º primo de Mersenne descoberto até agora. Esses algarismos levam o nome graças ao padre francês Marin Mersenne, um pioneiro na área que viveu entre 1588 e 1648. Ele é também a inspiração para o GIMPS mencionado acima, um projeto de pesquisa colaborativo criado em 1996 dedicado aos primos.

O grupo disponibiliza um software gratuito que, em resumo, faz contas para chegar a novos números primos gigantes. Voluntários podem baixá-lo e emprestar o poder de processamento de seus PCs para ajudar a agilizar o processo de descoberta. O M82589933 foi inclusive encontrado por um profissional de TI na Flórida que é voluntário há apenas quatro meses.

  • (31) 3309-1721
© 2016 LABRE-MG - Todos os direitos reservados